#Veja600Milhões: Baixaria, imprensa transforma briga da família em mater...



Logo mais às 14:00 Horário de Brasília comentaremos a matéria da Revista Veja sobre o processo movido contra o Deputado Federal Jair Bolsonaro por sua ex-esposa Ana Cristina Valle.
Como eu li hoje mais cedo, essa é a campanha eleitoral mais suja desde 1989 quando Fernando Collor de Melo levou em seu programa eleitoral a ex-esposa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para acusa-lo de ter agredido e tentado força-la a realizar um aborto. Esse vídeo circula na internet até os dias de hoje, mas eu duvido muito que o que aquela mulher tenha dito seja verdade, trata-se de amargura e vingança, poderia não ser o mais temperado dos homens, mas levar entreveros pessoais para a campanha é de uma baixeza sem tamanho. Essa já não é a primeira vez que tentam usar as relações interpessoais da família Bolsonaro para justificar uma suposta vileza de Jair e seus filhos. Como no Caso de uma bronca dada em por Jair em Eduardo onde ele se queixa do pai privilegiar o irmão mais novo, Renan.
Pois bem, como não conseguiram uma ex-mulher de Bolsonaro para fazer o mesmo que Collor fez com Lula em 1989 foram cavucar os processos judiciais.

E continua o esforço da imprensa em tirar votos do Bolsonaro para transferi-los para Geraldo Alckmin.
Há quem diga que a Veja recebeu dinheiro para melar a candidatura de Jair Bolsonaro, mas nada que possa ser devidamente verificado, mas o que nós podemos confirmar por fonte segura (Bene Barbosa https://goo.gl/oCW4iv) é que o autor da matéria contra o candidato a presidência é um filiado do PSOL. O que mais me impressiona é que a filial maconheira do PT está envolvido em todas as tentativas de derrubar a campanha de Bolsonaro. A "revolta das mulheres" contra Bolsonaro, a tentativa de assassinato, um suposto golpe e agressão contra a organizadora da página contra Bolsonaro, a matéria fraudulenta contra Eduardo Bolsonaro por uma foto que ele havia compartilhado em seu Instagram.
Fica nítido que depois não terem conseguido matar o corpo agora querem matar a sua reputação, imputando a eles crimes de como ladroagem, estelionato e agressividade contra a sua ex-esposa. Essas casos foram desmentidos por ela mesma, que segundo ela não passaram de tentativa de calunia-lo em uma disputa judicial por pensão alimentícia.
O processo existe, as acusações existem, resta saber se a ex-mulher de Bolsonaro estava mentindo antes ou mentindo agora.
O que nada me impede de mantar o meu voto no deputado, já que ele está decidido há muito tempo e mesmo que ele faça um governo desastroso temos que concordar que não podemos manter a coisa do jeito que está com o poder concentrado nas mãos do PT, PSDB, MDB e seu camarilha.
Em todo caso é válido lembrar que a imprensa já tinha em mãos essa documentação há muito tempo, e estavam justamente guardando para a última semana às vésperas da eleição, para nesse caso minar seus votos e quem sabe impedi-lo de vencer no primeiro ou avançar para o segundo turno.
Desejamos força ao Deputado Jair Bolsonaro e que ele persevere para podermos vencer essas eleições.









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neo Conservador é uma Desgraça

O eleitorado oculto de Jair Bolsonaro

Os perigos de Janaina Paschoal