A pressão pelo aborto no Brasil


Já é de conhecimento geral de que o movimento contra o aborto vem crescendo no mundo já há algum tempo, seja pela nova direita, pelo novo fôlego ganho por parte dos fiéis da Igreja Católica que não tem mais vergonha de se apresentarem como católicos e ostentam a sua fé com orgulho, mas ao mesmo tempo os tempos em que vivemos estamos nos deparando junto a isso com uma geração de pessoas que não conheceram seus pais. Disso isso porque as pessoas dessa geração, as chamada milenials aqueles que nasceram na virada do segundo para o terceiro milênio, são homens e mulheres que cresceram sendo educados por babás e professores e cuidadores de creches. Crianças que não tinham nada dos seus pais a não ser os bens materiais, cresceram em famílias onde filhos eram sempre a última opção e que em muito casos ou como acidentes ou erros e cresceram com essa visão de que filhos são os piores estorvos e que atrapalham a felicidade de uma vida conjugal. Ao mesmo tempo essas pessoas nasceram décadas depois de já ter se consolidado a filosofia do amor livre pregado pelos hippies nos não tão longínquos anos 1960.
Imbuídos dessas filosofias essa geração milenar acredita piamente que crianças são a pior coisa que pode acontecer a um casal, Em primeiro lugar nos tempos em que vivemos onde o sexo é praticado largamente fora do casamento e que o matrimônio é rejeitado como se rejeita um copo de veneno.
Esse foi um campo fértil para os arquitetos da Nova Ordem Mundial para implementação de seus planos de engenharia social e a soberania das ideologias sobre a vida humana tinham o campo perfeito. A geração menos religiosa, a geração mais promiscua, mais drogada e menos comprometida com o senso de moral e de propriedade. A união ocidental entre o socialismo e o liberalismo em forma da esquerda liberal, unindo a ideia de controle estatal socialista e o máximo de individualismo e utilitarismo liberal fez nascer toda essa massa progressista que vivem e desejam matar por suas ideologias, como um paganismo moderno sem deuses, mas com subserviência completa a ideias e seus idealizadores.
Sabemos que o aborto cresce a passos largos na Europa, mas que vem sofrendo muita resistência nas Américas do Norte e Sul. Nos EUA por exemplo o atual presidente, Donald Trump, faz muita pressão sobre as clínicas de aborto e tem como objetivo fecha-las e temendo o pior para seus negócios escusos essas corporações querem se expandir na América do Sul, África e Ásia a fim de suprir as perdas que vem sofrendo.
Toda essa discussão dos últimos meses envolvendo inclusive o Supremo Tribunal Federal tem sutis, mas notáveis traços de interferência de lobby da indústria do aborto que esconde em si planos para controle populacional.
Isso não é uma ciência completa, mas devemos nos afastar para que possamos ver o quadro inteiro e irmos nos aproximando aos poucos e analisando parte por parte. Aqueles a quem eu chamei de arquitetos da Nova Ordem Mundial são quem detêm o poder monetário são os donos dos grandes bancos de investimentos e donos das corporações de comércio e gêneros alimentícios. Para eles a ideia do homem comum possuir uma propriedade privada é inconcebível e para que isso tenha um fim é primeiro preciso acabar com a herança, para que a herança acabe você não pode fazer isso por força da lei, pois isso causaria revolta, guerra e mortes de forma chocante, mas se você convence toda uma geração de que o casamento é ruim não haverá família, depois você os convence de que filhos são ruins você porá fim então as heranças. Os poucos que sobrarem vivendo ainda nesse sistema serão desprovidos de vontade própria e farão tudo aquilo que os idealizadores planejaram.
Correndo o risco de parecer um maluco teórico da conspiração eu afirmo que existe sim um movimento pelo fim da família como núcleo da sociedade a fim de implementar controle e domínio global e esse plano está acontecendo a olhos nus, mas de forma tão sútil que se torna quase imperceptível e isso não acontece por meio de chips implantados sob a pele, nem por mensagens subliminares escondidas em discos quando tocados de trás para frente. Escondem-se em estrelas de Hollywood que fazem discursos apaixonados em defesa do aborto, escondem-se naqueles que promovem ações pelos direitos dos animais, colocando bichos com a mesma importância que um ser humano, encondem-se em Prêmios Nobel da Paz apoiadores de ditaduras sanguinárias, nas ordens discretas, na promoção do divórcio como solução para problemas conjugais enconde-se na descartabilidade humana idealizada.
Essas ações eu vos digo que não acontecerão da noite para o dia, seu idealizador tem muito tempo para esperar que as suas ações estejam plenamente em prática, o tempo que ele tem para esperar é maior que a minha vida e que as vidas dos meus filhos e as vidas dos filhos dos meus filhos, ele tem tempo para esperar, pois se trata de um ser imortal, é o próprio satanás o inspirador dessas ações e só seremos vitoriosos sobre isso quando nos voltarmos para Nosso Senhor e o servimos sempre da melhor forma, seja pela vocação do sacerdócio, seja pela vocação do matrimônio. Que todos nós que servimos a Deus tenhamos famílias numerosas todos criados dentro da sua moral e também para os que se dedicam a vocação do sacerdócio que tenham um ministério grandioso que espalhe a palavra pelos quatro cantos do mundo e reúna ao redor da Igreja de Cristo as ovelhas perdidas para o mundo e para as falsas religiões. Rezo sempre para que Deus abençoe todos nós e que Maria nos cubra com seu manto de amor e nunca deixe avançar sobre nós a vilania para que as portas do inferno nunca prevaleçam.

Comentários