A falácia do voto nulo


Já existe há algum tempo uma ideia circulando no Brasil que se a maioria dos votos for nulo a eleição será anulada. Pois essa é a maior mentira que já inventaram dentro do campo das eleições.
O sistema brasileiro de eleições é por voto quantitativo, ou seja, quem tiver mais votos vence e também pelo sistema de votos nominais válidos, quer dizer que os votos para serem contabilizados e validados eles devem estar em nome de um candidato, o que quer dizer que se um candidato receber apenas um voto ele será eleito por aquele voto. Votos brancos são considerados votos neutros o que quer dizer que o eleitor não quis opinar abrindo mão de escolher um candidato e o voto nulo é o mesmo que uma cédula rasurada nas antigas eleições em urnas de papel e até por isso que esses votos são contabilizados juntos.
O percentual de pessoas que declaram votar branco ou nulo vem crescendo a cada eleição, o que é altamente prejudicial, já que esse é o momento para gerarmos uma renovação principalmente no poder legislativo, esse tipo de boato tem sido muito espalhado por puxa-sacos de candidatos a deputado estadual e federal que disfarçados de eleitores isentos espalham esses boatos para prejudicar novos candidatos que não possuem base eleitoral.
A página Conservadorismo e Verdade apoia abertamente a candidatura do Deputado Federal, Jair Messias Bolsonaro e dos demais candidatos do seu partido em esfera estadual e federal. Se no seu estado não possuir nenhum nome para essas eleições o mais recomendado é que você dirija o seu voto para a legenda do PSL (17), assim você poderá eleger mais deputados que formarão a base para a eventual eleição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neo Conservador é uma Desgraça

O eleitorado oculto de Jair Bolsonaro

Os perigos de Janaina Paschoal