O massacre da Família Romanov


Há 100 anos atrás, a família Romanov foi brutalmente assassinada pelos bolcheviques por ordem do comitê executivo dos Urais, durante a Revolução Russa. Após a família imperial russa ter sido morta com disparos e baionetas, seus corpos foram arrastados para uma mina, onde foram destroçados com granadas, posteriormente foram enterrados e cobertos com ácido, nessa cena de absoluta barbárie, algum dos corpos das mulheres foram abusados sexualmente. 

Com o fim da União Soviética em 1991, a família foi canonizada pela Igreja Ortodoxa russa. Os Romanov assim como tantos outros cristãos - católicos e ortodoxos - foram mártires do comunismo.

Leia também: Os apelos do Papa Bento XV: a tentativa de salvar as damas sobreviventes da família imperial russa


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neo Conservador é uma Desgraça

Os perigos de Janaina Paschoal

O ACADELAMENTO DOS HOMENS É UM RISCO FATAL PARA TODAS AS MULHERES