Vote em mim por que eu sou gordo.

Gordos do mundo uni-vos. Pois bem isso parece ridículo, mas essa é a estratégia que a esquerda vem utilizando há muito tempo para desarticular e estragar toda e qualquer forma de debate no mundo inteiro. Tecer críticas a líderes de esquerda tem se tornado crime de ódio, independente se esse político for incompetente, mentiroso, o maior dos facínoras do planeta, criticá-lo é criticar uma raça, sexo, orientação sexual ou religião.
Já não é de hoje que essa tática vem sendo utilizada, o primeiro a fazer isso foi justamente um dos líderes da revolução russa, Trotsky, que quando contrariado sobre a integração dos ciganos a nova sociedade soviética chamou os Bolcheviques de racistas, seu destino nós sabemos bem qual foi.
Eu poderia aproveitar a crescente onda de sobrepeso da população causada pelos maus hábitos alimentares e falta de exercício para iniciar o “movimento gordo”, falar sobre o preconceito que os gordos recebem de uma sociedade pensada por magros para magros, não que as feministas não já usem esse argumento para protestar contra a ditadura da beleza, mas eu quero um movimento só dos gordos. Por que todo homem tem que se parecer com Malvino Salvador? O que há de errado com a minha gordura abdominal? Para de me oprimir. (Choro inaudível). Pois bem voltando ao assunto. Essa tática da esquerda para desestruturar qualquer debate inicialmente sério funciona da seguinte forma. Você está em uma discussão com um esquerdista quando de repente dá alguma declaração favorável ao impeachment de Dilma Rousseff, independente se você apoia ou não o governo de Michel Temer, logo você recebe uma torrente de acusações de misógino e machista. Outro ponto bastante interessante também aconteceu nos Estados Unidos. Um rodeio era famoso por colocar máscaras de presidentes nos palhaços que distraem os touros para que eles não machuquem os vaqueiros, pois foi numa dessas, que os organizadores do rodeio se deram mal. Mesmo anteriormente tendo utilizado máscaras com o rosto de Bill Clinton e George W. Bush sem terem recebido nenhum tipo de crítica por aquilo, mas quando chegou a vez de Barack Hussein Obama ser agraciado com máscara no palhaço de rodeio os organizadores do evento foram acusados de racismo e o negócio foi fechado, deixando diversas pessoas desempregadas, algo que nenhum esquerdista se importa, eles estão pouco se importando se aquele evento é a única fonte de renda daquelas famílias, o que eles não gostam é de ver seu “espaço seguro” ser violado.
Veja o caso no Brasil, sobre a PEC das domésticas, que impossibilitou diversas famílias de manterem seus empregados domésticos, despejando só no primeiro mês da lei em vigor, mais de dez mil pessoas desempregadas, enquanto os esquerdistas comemoravam nas redes sociais que “Agora filhinho (a) de papai vai ter que lavar privada”, sem se darem conta que para muitas daquelas pessoas que acabaram ficando desempregadas aquela era sua renda exclusiva.
Além de tornar o debate extremamente infrutífero, essa postura da esquerda vem deixando diversas pessoas com o sentimento de impotência. Houve um caso de que um homem foi preso por sequestro e cárcere privado, se eu não me engano foi na Austrália. Quando a polícia estourou o cativeiro onde o homem estava mantendo as garotas, um dos seus vizinhos disse a um canal de televisão que ele havia desconfiado de que elas não eram suas filhas como ele declarava, mas não avisou a polícia com medo de ser acusado de racismo ou intolerância religiosa, já que o criminoso era de origem árabe e muçulmano.

Hoje nos EUA criticar as políticas de Barack Obama, mesmo ele tendo sido eleito o pior presidente daquele país desde a Segunda Guerra Mundial, é motivo de grande comoção e a automática acusação de racismo por parte da mídia esquerdista. Independente do homem ter mentido diversas vezes em pronunciamentos oficiais sem nenhum pudor e responder sempre com sorrisos sínicos quando é desmascarado.
A ânsia da esquerda em manter seu ponto de vista, independente de estarem baseados em argumentos concretos ou não, traz mais malefícios do que os supostos benefícios que eles dizem produzir com esse tipo de debate raso. Então para a esquerda fica sendo determinado dessa forma. Homens não podem contrariar mulheres, brancos não podem contrariar negros, magros não podem contrariar gordos e assim eles mantêm acesa a chama da luta de classes na sociedade e as vítimas são justamente aqueles que eles juram defender.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neo Conservador é uma Desgraça

O eleitorado oculto de Jair Bolsonaro

Os perigos de Janaina Paschoal